Brasil perde para a Holanda e é eliminado

Copa do Mundo 2010

Desde o início, a três anos e meio, da preparação para a Copa do Mundo na África do Sul, a seleção brasileira se esforçou em adotar uma filosofia diferente da utilizada para a Copa de 2006, na Alemanha. Mas erraram feio e o resultado foi o mesmo: derrota e eliminação nas quartas de final.

E foi uma eliminação que doeu muito, mas não por termos a melhor seleção, e sim por sabermos como seríamos eliminados. Essa seleção do Dunga tinha vários defeitos. Não tinha titulares e opções de qualidade no banco de reservas, a falta de controle emocional de alguns jogadores, como o Felipe Melo, e vários outros.

Já a Holanda, que venceu o Brasil por 2 a 1 de virada, se classificou para a próxima fase da Copa e enfrentará o Uruguai na semifinal, em partida que acontecerá na próxima terça às 15:30, horário de Brasília.

O jogo começou com as duas seleções marcando forte e com certa violência, esquecendo o futebol. Com o tempo o time brasileiro começou a achar o espaço para jogar e incomodar a defesa holandesa. Aos 10 minutos Robinho, após receber um excelente passe longo de Felipe Melo, que estava no círculo central, chutou como um verdadeiro craque, sem dominar a bola, e abrindo o placar para o Brasil.

Já a Holanda não se intimidou e partiu para cima, como outras seleções. Continuou com o seu conhecido bom futebol e sem desespero. Essa atitude holandesa acabou prejudicando o time de Dunga, um time que só sabe jogar no contra-ataque. Mesmo assim, pelo talento individual de alguns jogadores, o Brasil conseguiu belas jogadas e boas chances de gol, todas desperdiçadas.

O segundo tempo começou e terminou de forma bem diferente, com a Holanda dominando o jogo e o Brasil nervoso, falhando na marcação e sem boas oportunidades no ataque. E aos oito minutos a Holanda consegue o empate. Felipe Melo acabou se chocando no ar com Julio Cesar, e desviou levemente de cabeça a bola cruzada por Sneijder. Primeiro gol contra do Brasil e uma Copa do Mundo.

O empate desestabilizou o Brasil, que ficou acuado em seu campo e começou a errar os passes. Aos 16 minutos Dunga trocou Michel Bastos, que estava com um cartão amarelo e havia conseguido parar o craque holandês Robben, por Gilberto, para evitar uma possível expulsão.

Aos 22 minutos Kuyt desviou da primeira trave uma cobrança de escanteio, e o baixinho Sneijder cabeceou para a rede, fazendo Holanda 2 a 1. E aos 28 minutos Felipe Melo foi expulso após fazer uma falta leve, em Robben, e pisar intencionalmente na coxa do jogador holandês. Lance claro e sem desculpa. Dunga ainda tentou trocar “seis por meia-dúzia”, colocando Nilmar no lugar de Luis Fabiano, sem resultado.

Resultado final: Brasil eliminado pela Holanda, que jogou melhor e mereceu vencer a partida. Agora só resta esperar para ver se o Dunga terá a mesma arrogância e falta de educação que vinha tendo quando estava vencendo, jogando feio e mal, após esta eliminação vergonhosa com uma seleção que nunca apresentou um futebol com características do futebol brasileiro.

Um comentário em “Brasil perde para a Holanda e é eliminado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *