Mano Menezes é o novo técnico da Seleção

Mano Mezes, o novo técnico da Seleção Brasileira.

A escolha do novo técnico da Seleção Brasileira foi um tanto confusa e meio atrapalhada. Primeiro o presidente da CBF sonhava com o Felipão, mas este já tinha dito que não aceitaria o cargo neste momento. Depois na última quinta-feira a CBF divulgou que tinha acertado com o Muricy Ramalho. Uma atrapalhada incrível, pois esqueceu que antes de divulgar a conversa teria que esperar a conversa do Muricy com o seu atual clube, o Fluminense. O que se viu depois foi cômico e acabou por desmerecer um pouco o novo técnico, pois ficou claro que ele foi apenas a terceira escolha.

A escolha de Mano Menezes, divulgada na última sexta-feira à tarde, foi acertada. Na minha opinião teria que ter sido já a primeira escolha da CBF. Ele tem o perfil de um técnico firme e ao mesmo tempo amigo do jogador. Quem gosta de jogar futebol e trabalha sério tem boas chances com ele. Mas não basta isso, tem que ter um futebol digno de uma seleção, ao contrário do técnico anterior que para ele não precisava saber jogar futebol.

A sua primeira convocação, para o amistoso a ser realizado contra os Estados Unidos, na minha opinião foi correta. Veja aqui mais detalhes. A lista tem os quatro jogadores da última seleção, que provavelmente são os únicos que mereciam serem reconvocados. Robinho, Ramirez, Daniel Alves e Thiago Silva, este último sequer atuou pela seleção na Copa da África do Sul.

Houveram algumas supresas, certezas e reparação de injustiças, como a convocação do goleiro Victor, do Grêmio, que era uma das poucas unanimidades para a última Copa do Mundo, mas que não foi convocado pelo então treinador da seleção, por motivos que ainda não foram esclarecidos.

Já as certezas foram a convocação do quarteto do Santos. Também tivemos algumas supresas, como o zagueiro David Luiz, do Benfica de Portugal, e do meia Ederson, do Lyon da França, ambos desconhecidos dos brasileiros. O goleiro Renan, do Avaí, também foi uma boa surpresa. E o Jefferson, goleiro do Botafogo, já foi campeão mundial sub-20 pela seleção, é um goleiro experiente e tem a sua primeira chance na seleção principal.

Veja a relação completa da convocação.

  • Goleiros: Renan (Avaí), Jefferson (Botafogo) e Victor (Grêmio);
  • Zagueiros: Thiago Silva (Milan, Itália), David Luiz (Benfica, Portugal), Henrique (Racing S., Espanha) e Réver (Atlético-MG);
  • Laterais: Rafael (Manchester United, Inglaterra), Daniel Alves (Barcelona, Espanha), Marcelo (Real Madri, Espanha) e André Santos (Fenerbahçe, Turquia);
  • Meio Campo: Sandro (Internacional), Ederson (Lyon, França), Carlos Eduardo (Hoffenheim, Alemanha), Hernanes (São Paulo), Ramirez (Benfica, Portugal), Ganso (Santos), Lucas (Liverpool, Inglaterra) e Jucilei (Corinthians);
  • Atacantes: André, Neymar e Robinho (Santos), Alexandre Pato (Milan, Itália) e Diego Tardelli (Atlético-MG).

Agora só nos resta esperar pelo primeiro amistoso, no dia 10 de agosto, contra os Estados Unidos. Uma pena que os atletas só se apresentem no dia 8 e o técnico não terá tempo para fazer um treino sequer, mas o pontapé inicial está dado.

Boa sorte, Mano!

Um comentário em “Mano Menezes é o novo técnico da Seleção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *