Militares são baleados em Brás de Pina

Cinco pessoas foram atingidas por estilhaços de tiros de fuzil na Rua Oricá, em Brás de Pina na noite desta quarta-feira. Entre as vítimas estão um soldado da Aeronáutica, um PM e seu filho. A polícia suspeita que os dois criminosos que efetuaram os disparos e fugiram tenham relação com o tráfico de drogas de alguma das favelas próximas a região.

De acordo com policiais do 16º Batalhão, em Olaria, o ataque teria ocorrido por volta das 20h30. Os dois homens desceram de um carro, um Fiat Idea vermelho, no início da rua, que fica próxima a estação de trens do bairro, e começaram a disparar tiros de fuzil contra o grupo de pessoas que estava próximo a um ponto de mototaxi. Em seguida fugiram em alta velocidade.

O sargento do Batalhão de Irajá (41º BPM), André Luiz dos Santos, de 37 anos, o filho dele de 15, Marcos Vinícius Tavares Xavier, de 33, Igor Pereira, de 24, e o soldado da Aeronáutica Alberto da Silva Costa, de 19 anos, foram levados para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. O PM já foi liberado. A unidade informou que as outras vítimas não correm risco de vida. Parentes não quiseram falar com a imprensa.

Bandidos da Cidade Alta, em Cordovil, e do Morro do Quitungo, que abrange os bairros de Brás de Pina e Vila da Penha, podem ser os responsáveis pelo crime. A área onde ocorreu o ataque seria dominada por uma milícia. O caso foi registrado na delegacia de Brás de Pina (38ª DP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *