Cinturão de segurança

A falta de segurança preocupa muitos moradores da Vila da Penha, tendo que ficarem trancados atrás de portas e janelas, invertendo os papéis.

O aposentado Valter Muniz, em entrevista ao jornal O Globo, ontem, disse que chegou a fazer um levantamento do número de vizinhos vítimas da violência para atrair a atenção das autoridades.

Na pesquisa, ele constatou que nas proximidades das ruas Lafayette Stokler e São João Gualberto foram assaltadas um total de 86 residências e quatro estabelecimentos comerciais.

Com o aumento do número de ocorrências nas delegacias da área, a Polícia Civil decidiu implantar um “cinturão de segurança” nas principais vias da Zona Norte. E a Secretaria Estadual de Segurança Pública vai adotar até um miniblindado no patrulhamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *