Menores são pisoteadas em evento com os Rebeldes

Uma sessão de autógrafos da banda Rebeldes, ontem, no Carioca Shopping, acabou em tumulto. Cerca de cinco mil pessoas foram ao local, mas nem todos conseguiram chegar perto dos artistas. Muitos fãs passaram mal.

— Minha filha foi pisoteada. Ela desmaiou, e pisaram no braço e na barriga dela. Não conseguimos autógrafo, nem foto — contou a recepcionista Rosângela Marques Bandeira, de 39 anos, enquanto aguardava a filha de 12 ser atendida no posto médico.

Passava das 19h, duas horas depois do marcado, quando quatro integrantes da banda chegaram à sala reservada para autógrafos. O atraso aumentou a insatisfação do público.

— É muita falta de consideração. Cheguei às 9h, com cinco meninas, e me disseram que eu só conseguiria autógrafo comprando CD. Comprei cinco. Não conseguimos nada — disse a dona de casa Luciana da Silva Luiz, de 30 anos.

De acordo com um dos produtores do grupo, André Pacheco, só houve atraso por segurança do público:

— Só entramos quando sentimos que era possível evitar transtornos.

Segundo a assessoria do shopping, o lugar não estava preparado para receber tanta gente porque não foi informado das promoções para o evento realizadas pela banda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *