Abandono do Largo do Bicão

O Largo do Bicão, localizado no coração da Vila da penha, é uma das mais importantes praças da Zona Norte do Rio de Janeiro, mas, segundo os moradores e comerciantes da região, está abandonado pelo poder público. Suas reclamações retratam problemas como assaltos, sujeira, desordem e o trânsito.

Foto: Panoramio

Moradores reclamam de assaltos que ocorrem nas primeiras horas do dia e que nunca vêem policiamento na região, apesar do local possuir muitas lojas e diversas agências bancárias. Muitos cobram a instalação de uma UPP no Morro do Juramento, já que a violência aumentou após a instalação de UPP’s em outras regiões da cidade, principalmente da ocupação que aconteceu no Complexo do Alemão.

A população também reclama muito da sujeira e da presença de moradores de rua na região.

– Realmente o bairro precisa de mais atenção das autoridades. O Largo do Bicão está largado. Não sei nem mais como classificar aquilo. Chamar de praça não dá, pois com tanta sujeira, moradores de rua, mato e até uma bica que mais parece alguma alegoria carnavalesca, fica difícil – diz um comerciante que não quis se identificar.

O trânsito também é uma fonte de reclamações dos motoristas que trafegam diariamente pelo largo. Em sua maioria reclamam dos engarrafamentos diários e culpam a desregulagem dos sinais de trânsito.

Há também reclamações das obras de urbanização que houve na Avenida Meriti entre o Largo do Bicão e a Avenida São Félix. A obra foi concluída às pressas antes do final do ano e não houve a colocação de plantas e uma parte do canteiro central ficou inacabada.

Estaremos de olho e escutando os moradores e comerciantes da região para cobrar do poder público a solução para os problemas de tão importante área da nossa cidade.

5 comentários em “Abandono do Largo do Bicão

  • 31/07/2011 em 22:19
    Permalink

    no largo do bicão a desordem passa longe aos olhos das autoridades:
    falta cabine policial no local, não existe agentes de trânsito, guardas municipais nunca aparecm por lá, as vans de transporte alternativo ocupam a baia do ponte de onibus, atrapalhando a visão de quem precisa deste transporte e forçando os passageiros a pegarem os onibus no meio da rua.

  • 16/08/2011 em 15:38
    Permalink

    QUERO AQUI DIZER QUE EU COMO CHEFE DE FAMILIA ESTOU ORRORIZADO COM O PONTO DE TRASVESTIR E PROSTITUTA AO REDOR DO LARGO DO BICÃO E AVENIDA MERITI PROXIMO A LOJA REDE CONSTRUIR, QUANDO CHEGA 21 HORAS PASSO COM MINHA FAMILIA E VEJO AS PROSTITUTA E TRAVESTIR FAZENDO SINAL PARA OS CARROS PARAREM LEVANTANDO A SAIA AMOSTRANDO TUDO AS MINHA FILHAS NÃO DEICHO NEM MAIS SAIR AS RUAS ESTAMOS TODOS OS MORADORES APAVORADO COM OS DESCASO DAS AUTORIDADES.

    NOS PORTÕES NOS FINAIS DE SEMANA VAMOS VARRER AS CALÇADS E DEPARAMOS COM CAMISINHAS, RESTO DE COCAINA, PEDAÇO DE BASEADO DE MACONHA E OUTROS TEMOS QUE DEICHAR AL LUZES ACESAS DA FRENTE DA CASA POOIS OS CARROS COM OS SEUS CLINTENS PARAM EM CIMA DE NOSSAS CALÇADAS É ORRIVEL NÃO SEI COMO AGIR.

    PORQUE NÃO EXISTE UMA CABINE DA PM NO LOCAL DO LARGO DO BICÃO PARA PROTEGE OS MORADORES DA REGIÃO ESTAMOS ABANDONADOS.

  • 24/02/2012 em 10:33
    Permalink

    Bom!! Moro na Vila da Penha a 2 anos, e vejo que o bairro não é dos piores. mais podemos melhorar muito com o policiamento ostensivo. precisamos de uma cabine no largo do bicão, e vejo que o primeiro passo é tentar reunir o maior número de assinaturas, com um abaixo assinado. Depois podemos ver com a Rosa Fernandes, que tanto diz que ama vila da Penha ou até mesmo o romário. temos também o Dionísio Lins que émorador da região. Gente o brasilsó funciona com ajuda de algum político. Peço que comecemos logo esse abaixo assinado para levarmos no 41 BPM em irajá, para negociarmos com o estado essa possibilidade.

  • 02/07/2012 em 02:12
    Permalink

    Travestis na Av. Meriti, na esquina da Honório Pimentel JÁ PASSOU DE TODOS OS LIMITES!
    Pessoal, não vêem que os imóveis estão desvalorizando?
    Não vêem que a área já está com fama de “zona”?
    A atitude desse pessoal fazendo arruaça na rua de noite e transtornando o sossego das famílias é contravenção penal e dá cadeia, mas precisa haver mobilização dos moradores, testemunhas, processo.
    Está na hora de a comunidade do Largo do Bicão, Av. Meriti, Honorio Pimentel se mobilizar e fazer algo a respeito. Aliás, já passou da hora.

  • 19/11/2013 em 20:17
    Permalink

    ALGUEM CONHECE UMA SENHORA Q SE CHAMA MARCIA, QUE MORA EM FRENTE A PRAÇA PAULO SETUBAL. O NOME DA MÃE DELA É FRANCISCA. JÁ FAZ 21 ANOS Q EU NÃO A ENCONTRO, POR FAVOR SE ALGUEM SOUBER MANDA UM E-MAIL PARA MIM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *