Menina de 11 anos é apedrejada na cabeça por motivo de intolerância religiosa

te
Menina sofre agressão devido a religião – Fotos: Reprodução Facebook

Com apenas 11 anos de idade, a menina K. conheceu a intolerância religiosa na noite de domingo de forma dolorosa. Segundo os relatos, a menina seguia com parentes e irmãos de santo para um centro espiritualista na Vila da Penha, quando foi atingida na cabeça por uma pedra, atirada, segundo testemunhas, por um grupo de evangélicos que, momentos antes, tinham xingaram os adeptos do Candomblé, religião de origem africana.

“Eles gritaram: ‘Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno’. Mas nós não demos importância. Logo depois, o pedregulho atingiu minha neta e, enquanto fomos socorrê-la, eles fugiram em um ônibus”, contou a avó da menina, Kathia Coelho Maria Eduardo, de 53 anos, conhecida na religião como Vó Kathi.

menina-pedrada-intolerancia-religiosa1
Avó faz campanha em rede social

O caso foi registrado ontem na 38ª DP de Brás de Pina como lesão corporal e preconceito de religião. A polícia tenta identificar os agressores através de câmeras dos ônibus da região.

A menina chegou a desmaiar e, segundo seus parentes, teve dificuldade para lembrar de fatos recentes. “Ela está bem, pois foi socorrida para o hospital e até foi à escola, pois é muito estudiosa. Mas na hora chegou a perder a memória. Que mundo é esse que estamos vivendo? Não se respeita nem criança?”, questionou, ainda indignada, Yara Jambeiro, 49, também integrante do Barracão Inzo Ria Lembáum.

Administrador

Este site é um blog que reúne notícias úteis e importantes sobre toda região do bairro Vila da Penha localizado no subúrbio da cidade do Rio de Janeiro.

Um comentário em “Menina de 11 anos é apedrejada na cabeça por motivo de intolerância religiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *