Candidato a PM é preso por roubar taxistas

Candidato a soldado da Polícia Militar, Aramides da Costa Santos, 23 anos, perdeu a chance de ingressar na corporação ao ser preso neste domingo, dia 10, à noite após roubar dois celulares e R$ 115 de dois taxistas entre os bairros da Vila da Penha e Bonsucesso, na Zona Norte.

O suspeito mostrou um canhoto de inscrição no valor de R$ 65 do concurso para PM quando foi surpreendido por policiais militares do 22º BPM (Maré) na porta da mesma agência onde pagou para participar do processo seletivo, na Rua Cardoso de Moraes, em Bonsucesso.

Apesar de estar desarmado, Aramides intimidou o primeiro taxista a entregar o celular antes de sair do carro, na Avenida Vicente de Carvalho, na Vila da Penha. Na mesma rua, em frente ao Clube Olimpo, ele pegou outro táxi em direção ao Parque União, em Bonsucesso.

Antes de chegar ao destino, o ladrão anunciou o assalto na Rua Cardoso de Moraes. Os policiais tentaram localizar a primeira vítima, mas o celular já estava bloqueado, o que impediu o acesso aos dados da agenda.

Aramides confessou aos policiais que se saiu muito mal nas provas para a PM. Na manhã desta segunda-feira, deverá ser transferido para a Polinter, onde vai aguardar a sentença por roubo e poderá pegar de quatro a 10 anos de reclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *